1. Ir para Menu
  2. Ir para o Conteúdo
  3. Ir para o Rodapé

Pós-Graduação em Engenharia Agrícola

Interiorização de centros de pesquisa e formação de recursos humanos de excelência

Cooperação e intercâmbio


A proposta do curso de mestrado em Engenharia Agrícola da Universidade Federal do Vale do São Francisco em parceria com a Embrapa Semiárido e o Instituto Federal do Sertão Pernambucano, através de seus convênios de cooperação técnica científica, vem auxiliar e fortalecer a proposta do curso de Mestrado.

Essas parcerias podem ser fator agregador de outras instituições, através de pesquisas inter-institucionais, na disponibilização de recursos humanos para docência e pesquisa e, no desenvolvimento da ciência e tecnologia.

Do ponto de vista de ciência e tecnologia a região congrega uma expressiva comunidade institucional, que serão partícipes no desenvolvimento do curso de mestrado em Engenharia Agrícola. Essas instituições apresentam convênios com diferentes organismos governamentais e não governamentais, em nível nacional e internacional, capazes de consolidar e fortalecer as ações de pesquisa e ensino do curso.

São exemplos de instituições de cooperação e intercâmbio:

  • CODEVASF
  • Banco do Nordeste (Fundeci-Etene)
  • Banco do Brasil (Fundação do Banco do Brasil)
  • EBDA
  • IPA
  • Universidade de Pernambuco (UPE)
  • Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE)
  • Universidade Federal de Pernambuco (UFPE)
  • Universidade Federal da Bahia (UFBA)
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)
  • CNPq
  • FINEP
  • SEBRAE
  • Fundação de Amparo à Ciência e Tecnologia do Estado de Pernambuco (FACEPE)
  • Fundação de Amparo a Pesquisa do Estado da Bahia (FAPESB)
  • SENAR/CERTA
  • Companhia Hidroelétrica do Vale do São Francisco (CHESF)
  • International Center for Agricultural Research in the Dry Areas (ICARDA)
  • Consulative Group on International Agricultural Research (CGIAR)
  • Associações de produtores da região